Com laboratório próprio, Hospital Regional de Ponta Porã dinamiza exames e diagnósticos

Ponta Porã (MS) – Implantado no início do mês de março no Hospital Dr. José de Simone Netto (Hospital Regional de Ponta Porã), o laboratório próprio de análises clínicas ampliou a qualidade de serviços oferecidos, assim como tornou mais dinâmico o trabalho voltado às analises laboratoriais. Os pacientes agora podem fazer os exames ambulatoriais necessários com mais comodidade e agilidade, já que o laboratório conta com equipamentos automatizados de última geração e uma equipe técnica treinada para realizar procedimentos de coleta e analise.

No novo laboratório são realizados exames como sangue, urina, líquido pleural, líquido cefalorraquidiano e demais análises complementares. Os resultados para os casos mais urgentes saem em menos de uma hora.

Até então, os exames, que auxiliam o médico na detecção de patologias e condições fisiológicas, eram todos analisados no laboratório municipal que atendia toda rede básica de saúde de Ponta Porã e demais municípios da microrregião. Com isso, pacientes aguardavam horas e até dias pelos resultados de exames. Com a nova gestão do Hospital Regional de Ponta Porã pelo Instituto Gerir, a reestruturação dos serviços de saúde no Hospital foram imediatas.

Com o novo laboratório, o Hospital Regional em Ponta Porã pode concluir resultados mais rapidamente

De acordo com o diretor geral do Hospital, Franco Monteiro Xavier, ter um laboratório exclusivo acelera o atendimento aos pacientes e isso integra o novo modelo de gestão que busca qualidade e atendimento humanizado. “Com certeza um ganho enorme para o Hospital. É mais rápido, adequado e gera conforto nos cuidados com a saúde da população”, diz.

O técnico em eletricidade Thiago Augusto Vieira, de 36 anos, morador em Ponta Porã, foi internado devido a uma hérnia, e afirma que ter um laboratório exclusivo no Hospital deixa o paciente menos ansioso. “Assim que o médico me atendeu e disse que meu problema precisava de cirurgia, a coleta de material para exames foi feita rapidamente e em menos de uma hora os resultados estavam prontos e com certeza eu fiquei mais tranquilo”.

Já o vigia Eder Fred de Brito, de 24 anos, morador no Assentamento Itamarati, também elogia a agilidade no processo ambulatorial. “Vim do assentamento de ambulância direto para Hospital. Eu estava com muita dor, e logo ao ser atendido, o médico pediu exames e todos foram executados com muita agilidade pela equipe. Só tenho a agradecer, fui muito bem atendido”.

Funcionamento do laboratório

A partir da solicitação de exames, existem níveis de prioridade para a execução, ou seja, pacientes atendidos no pronto-socorro passam por uma triagem de classificação de risco. Se forem da classificação vermelha ou emergencial, a equipe médica terá acesso aos resultados dos exames em no máximo uma hora.  Os pacientes de classificação amarela e verde, de urgência, no máximo duas horas. Nos demais setores internos do Hospital, a entrega de resultados acontece dentro do mesmo turno, por exemplo, matutino caso seja coletado na parte da manhã, salvo aqueles exames que o procedimento de análises demande tempo maior de processamento, como culturas de microrganismos, que podem levar até 4 dias.

O farmacêutico e responsável técnico do laboratório, Cristiano Morales, conta que trabalha com uma equipe de onze pessoas, entre técnicos de laboratório, biomédicos e um farmacêutico. “O laboratório de análises clínicas do Hospital Regional de Ponta Porã é fundamentado em um processo dinâmico que se inicia na coleta de espécie diagnóstica ou amostra biológica obtida adequadamente para fins laboratoriais, e termina com a emissão de um laudo, e todo esse processo exige de todos os colaboradores uma comunicação eficiente e um trabalho integrado”, finaliza.

Com informações da assessoria