Secretário participa de Sessão Solene que marca início dos trabalhos na Assembleia

Campo Grande (MS) – O Secretário de Estado de Saúde, Carlos Alberto Coimbra, participou na manhã dessa terça-feira (6) da Sessão Solene de Abertura da 4ª Sessão Legislativa, que marca o início dos trabalhos dos deputados estaduais, após recesso dos parlamentares. A cerimônia aconteceu no Plenário “Deputado Júlio Maia”, no Palácio Guaicurus.

“É sempre uma solenidade de grande importância. Espero que em 2018 possamos fazer grandes parcerias em prol da saúde do nosso Estado”, afirmou o secretário Coimbra.

Secretário participa de Sessão Solene. (Foto: Victor Chileno e Wagner Guimarães/ ALMS)

Como de costume, o governador, Reinaldo Azambuja, participou da solenidade e realizou a revista da tropa da Polícia Militar do Estado. Em seguida houve o hasteamento de bandeiras, no lado externo do prédio da Assembleia.

Durante seu discurso, o governador relembrou da crise financeira que afetou o país, mas ressaltou os bons números que regeram o cenário estadual e os resultados positivos que Mato Grosso do Sul conquistou, apesar da instabilidade na maior parte dos estados brasileiros.

“Injetamos mais de 1,5 bilhão na economia estadual com o pagamento em dia dos salários de novembro, dezembro e decimo terceiro, o que é uma conquista diante da dura realidade econômica. Entretanto, para isso o Estado percorreu um caminho com obstáculos difíceis e realidade árdua. Não foi simples e nem fácil percorre-lo. O Governo foi obrigado a reduzimos a a estrutura da maquina administrativa estadual o que fez do Estado, ao lado de Goiás, a unidade com o menor número de secretarias”.

Governador Reinaldo Azambuja ao lado do presidente da Casa de Leis, Junior Mochi. (Foto: Chico Ribeiro)

Reinaldo frisou que apesar dos cortes na maquina, os serviços não perderam a qualidade. Ele ainda falou sobre o teto para gastos públicos e sobre a nova política de incentivos, que equilibrou as contas e aumentou a capacidade de investimento.   “Pela primeira vez nesse Estado, foi estabelecido um teto para gastos públicos. Agora nenhum poder do Estado pode gastar além do que é permitido pela capacidade arrecadatória do Estado. Mato Grosso do Sul é o terceiro estado em solidez fiscal conforme o ranking de competitividade dos estados”.

O governador destacou também o empenho da Casa de Leis em discutir questões cruciais para o desenvolvimento de MS. “O diálogo, a maturidade dos poderes constituídos e o trabalho que é comum de todos tem dado excelentes resultados à sociedade. Mato Grosso do Sul ganhou muito com essa maturidade, com as aprovações importantes e que fazem dele um estado com solidez fiscal, capacidade de investimento e que cumpre com as suas obrigações”, afirmou.

Ele ressaltou ainda que as discussões sempre foram pautadas pela interdependência dos Poderes e mesmo com os parlamentares seguindo cada qual sua ideologia foi possível chegar a soluções que contribuíram para o crescimento de MS.

Representantes dos blocos partidários, inclusive da oposição, também se manifestaram em relação às ações já executadas que contribuíram para o progresso do Estado. Estiveram presentes no evento os secretários de Estado de Governo e Gestão Estratégica (Segov), Eduardo Riedel, e Infraestrutura (Seinfra), Marcelo Miglioli, além de representantes dos Poderes e autoridades civis e militares.

Luciana Brazil- assessoria de imprensa SES