SES realiza oficina de 3 dias para discutir sobre sarampo, coqueluche, difteria e outras doenças

Campo Grande (MS) –A SES (Secretaria de Estado de Saúde) realizou no mês de junho, durante três dias, a “Oficina de Atualização de Doenças Infecciosas Agudas e Exantemáticas”com o objetivo de sensibilizar os profissionais de saúde quanto às investigações da Vigilância Epidemiológica. Palestrantes do Ministério da Saúde participaram do evento, que reuniu cerca de 160 pessoas.

Os agravos estudados foram Sarampo, Rubéola, Síndrome da Rubéola Congênita, Varicela, Parotidite Infecciosa (Caxumba), Meningite, Paralisia Flácida Aguda (PFA) e coqueluche.

Um dos objetivos da oficina , além de sensibilizar os profissionais de saúde, foi discutir as estratégias de prevenção contra essas doenças, já que foram registrados alguns casos de sarampo, difteria e coqueluche na Venezuela, país que faz fronteira com o estado de Roraima. O Estado no norte do país, Roraima,  já tem casos confirmados de sarampo e está em alerta devido a um possível surto de difteria, conforme a coordenadoria de Doenças Agudas da SES.