Governo inaugura reforma da Escola de Saúde Pública

 

O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul inaugurou nesta segunda-feira (17.12) a reforma da Escola de Saúde Pública Dr. Jorge David Nasser. O governador Reinaldo Azambuja e o secretário estadual de Saúde Carlos Alberto Coimbra realizaram a entrega da obra.  A Escola de Saúde Pública comemora 30 anos de existência e tem como objetivo promover a qualificação dos trabalhadores do Sistema Único de Saúde (SUS) em Mato Grosso do Sul.

O secretário Carlos Coimbra destacou a importância da Escola de Saúde Pública de Mato Grosso do Sul. “Com a reforma a Escola de Saúde Pública continuará exercendo sua função e qualificando profissionais da saúde de todo o Estado”, disse.

Por meio da ESP, o governo do Estado desenvolveu, nesses quatro anos, ações de qualificação, capacitação e pós-graduação em Saúde para diversas equipes de trabalho que compõem as Redes de Atenção à Saúde, abrangendo o interior do Estado. Uma das conquistas desses 30 anos de atividades é que, nesta gestão, a Escola de Saúde Publica do Estado de Mato Grosso do Sul passou a ser certificadora de seus cursos de pós-graduação, credenciada pelo Conselho Estadual de Educação.

Segundo a superintendente de Gestão, do Trabalho e da Educação na Saúde, Vera Lúcia Kodjaolanian, a reforma durou três anos, mas as atividades foram mantidas em um prédio ao lado. “Qualificamos de 3 mil a 4 mil pessoas por ano. Nesses 30 anos, temos milhares de trabalhadores na saúde qualificados. Hoje, em todos os municípios têm profissionais que, em algum momento, passaram por algum curso oferecido pela Escola de Saúde Pública”, disse.

Para melhor atender as demandas ensino e qualificação, o governo do Estado investiu R$ 820 mil na reforma geral do prédio da ESP/SES/MS. A reestruturação das instalações hidráulicas, elétricas e cobertura permitiu a retomada do uso de salas de aula, salas das equipes técnicas, secretaria acadêmica, laboratórios de informática e do auditório, espaços que devido a um desmoronamento do telhado ficaram inutilizados.

 

“A Escola de Saúde Pública do Estado do Mato Grosso do Sul vem empreendendo esforços no sentido de garantir que os processos educacionais sejam organizados e desenvolvidos por docentes da própria Escola, docentes credenciados e técnicos e gestores das diversas áreas técnicas da SES e das Secretarias Municipais de Saúde, que planejam e executam atividades de educação em saúde em concordância com os referenciais teóricos e práticos preconizados pela Política Nacional de Educação Permanente do Ministério da Saúde, adotada também como referencial para as ações no âmbito da SES/MS”, explica Vera Lucia Kodjaoglanian.

Ao longo de seus 30 anos ESP/SES/MS, ofertou 14 programas de pós-graduação em Saúde, com formação de 670 profissionais, nas áreas: Vigilância em Saúde; Regulação em Saúde; Métodos ativos de aprendizagem em Saúde; Segurança do paciente; Gestão do trabalho e da educação em Saúde; Gestão da assistência farmacêutica; Gestão da clínica; preceptoria em saúde e demais áreas demandadas pelos municípios de Mato Grosso do Sul.

Com relação aos programas de residência em saúde, 06 programas são desenvolvidos pela ESP/SES/MS em parcerias com UFMS, Município de Campo Grande e Hospital São Julião. As residências em saúde são multiprofissionais e também médicas e na área de enfermagem obstétrica.

A EPS/SES/MS apoia a formação à nível de graduação em medicina na UFMS e UEMS, por entender que o médico é profissional importante juntamente com todas as categorias da saúde e devem ser formados com base no SUS  e para o SUS, considerando ser este o modelo vigente de saúde que temos no país.

No decorrer deste período, a ESP/SES/MS ofertou para estudantes das áreas de saúde, docentes, pesquisadores, profissionais já vinculados ao SUS e gestores em saúde, diversos programas curtos de capacitação e qualificação, seja presencialmente ou via Telessaúde em temáticas relevantes e obtivemos a participação de 2. 800 participantes nestes processos formativos.